Projeto sobre Reabilitação Pós COVID desenvolvido em Sangão será apresentado no Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde.

Um projeto desenvolvido por pesquisadores da Universidade do Estado de Santa Catarina na Reabilitação Pós-Covid no Centro Municipal de Reabilitação foi aprovado para apresentação no Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde e publicação científica na Revista Brasileira de AtividadeFísicaeSaúde!
O trabalho coordenado pelo cardiologista Prof. Dr. Tales de Carvalho e pela doutoranda Yolanda Gonçalves da Silva, ambos da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), teve como objetivo oferecer uma intervenção inovadora no tratamento dos sintomas persistentes da Covid-19 e na melhoria do estado funcional dos pacientes pós-Covid.
O município de Sangão foi escolhido como parte do projeto piloto, tornando-se o pioneiro em adotar essa abordagem inovadora no estado de Santa Catarina. A fisioterapeuta e mestranda Kamilla Barreto liderou a iniciativa em Sangão, onde os pacientes pós-Covid foram avaliados, acompanhados e receberam cuidados de reabilitação domiciliar.

O sucesso do projeto foi evidente, com muitos pacientes se beneficiando significativamente. A abordagem pioneira não apenas melhorou a qualidade de vida dos pacientes pós-Covid, mas também serviu como um exemplo notável de colaboração entre a academia e a comunidade para enfrentar os desafios de saúde pública.

Related posts

Leave a Comment